Aquivos por Autor: Aníbal Coutinho

Sobre Aníbal Coutinho

Anibal Coutinho lives in Lisboa and he is a Portuguese independent wine commentator. For the first time ever a well known Portuguese professional is writing in English about Portuguese wines. Using the letter W for his wine philosophy, Anibal shares his passionate view as a wine consumer, winemaker, wine writer, wine voyeur, wine bullshitter, wine buyer, wine educator, wine judge and amateur sommelier. He has a MSc and an ongoing PhD in Sensory Analysis. He will also share his passion about other W liquids. Anibal sings in the Gulbenkian Choir. Last but not least he is a devoted husband and father.

Nana

Regional Tejo, Rosé, 2016, 88 Pts. TOURIGA NACIONAL & ARAGONEZ. Água clara de cobre. Gelado de nata, alperce e framboesa, especiaria doce presente. Fino. Elegante, sucroso, feminino e alongado. Boa surpresa. E. Jaime Quendera P. Agrovia

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Bridão, Reserva

Tejo DOC, Tinto, 2015, 88 Pts. LOTE COM TOURIGA NACIONAL. Cor média carmim. Terroso e tostado, pimenta entre as especiarias, nata com bergamota e frutos vermelhos. Complexo de couro. Sucroso, longo e sempre fresco. Tanino levemente secante, de longa guarda e boa … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Quinta do Cardo, Caladoc, Reserva

Beira Interior DOC, Rosé, 2015, 88 Pts. CALADOC BIOLÓGICO. Água clara de diamante. Gelado de nata, baunilha, pêra e pêssego. Nuance melada e especiada. Guloso. Elegante, glacial, longo e muito salivante. Firme e prazeroso, este rosé de boa guarda. E. Luís Leocádio … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Casa da Passarella, o Enólogo, Encruzado

Dão DOC, Branco, 2015, 88 Pts. ENCRUZADO. Cor média citrina. Leves tostados doces de nata com alperce, pera e geleia de marmelo. Especiaria e alguma erva aromática. Fino. Elegante, muito alongado e digestivo, com frescura salivante que a mesa aclama. E. … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Adega de Vila Real, Grande Reserva

Douro DOC, Branco, 2014, 88 Pts. LOTE COM VIOSINHO. Tostados de fumo e querosene, notas minerais antes de pêssego em calda e leves melados. Pimentas. Mastigável, fresco, alongado e de mesa rica. Com personalidade. E. Luís Cortinhas e Rui Madeira P. … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

IMO, Reserva

Douro DOC, Tinto, 2013, 88 Pts. VINHAS VELHAS. Gelado de nata, baunilha e ameixa preta. Tabaco e terrosos gratos. Especiarias entre tostados. Cremoso, arqueado, tanino raçudo e prolongado. Rico à mesa. E. N.D. P. Douro Lovers

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Sagrado

Douro DOC, Rosé, 2016, 88 Pts. TOURIGA NACIONAL & TINTA RORIZ. Água média de granada. Flor e fruto de laranjeira, groselha, hortelã, expressivo. Agridoce, leve frisante bem desenhado, longo e guloso. Muito consensual. E. Frederico Vilar Gomes P. Quinta do Sagrado

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Vallado, Quinta do Orgal, Superior

Douro DOC, Tinto, 2015, 88 Pts. LOTE COM TOURIGA NACIONAL Vinhas Biológicas. Cor intensa violácea. Violeta, bergamota, caruma, ameixa e framboesa, madeiras de pimenta. Mastigável, sucroso, alongado, salivante de tanino novo e generoso. Excelente à mesa. E. Francisco Ferreira e Francisco … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

H.O., Sousão

Douro DOC, Tinto, 2014, 88 Pts. SOUSÃO. Retinto de granada. Eucalipto, fumados de terra e tosta, com pimentas, ameixa e frutos do bosque. Boa complexidade. Carnudo, sucroso, tanino ainda por domar, salivante e fresco. Gastronómico. E. Fernando Lázaro e João Brito … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

H.O., Reserva

Douro DOC, Branco, 2015, 88 Pts. VINHAS VELHAS. Cor média palha. Limonados em gelado de nata e baunilha, madeiras tostadas com alperce. Terroso. Fresco, sucroso, muito salivante e gastronómico. E. Fernando Lázaro e João Brito e Cunha P. Casa Agrícola Horta … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário