Aquivos por Autor: Aníbal Coutinho

Sobre Aníbal Coutinho

Anibal Coutinho lives in Lisboa and he is a Portuguese independent wine commentator. For the first time ever a well known Portuguese professional is writing in English about Portuguese wines. Using the letter W for his wine philosophy, Anibal shares his passionate view as a wine consumer, winemaker, wine writer, wine voyeur, wine bullshitter, wine buyer, wine educator, wine judge and amateur sommelier. He has a MSc and an ongoing PhD in Sensory Analysis. He will also share his passion about other W liquids. Anibal sings in the Gulbenkian Choir. Last but not least he is a devoted husband and father.

H.O., Sousão

Douro DOC, Tinto, 2014, 88 Pts. SOUSÃO. Retinto de granada. Eucalipto, fumados de terra e tosta, com pimentas, ameixa e frutos do bosque. Boa complexidade. Carnudo, sucroso, tanino ainda por domar, salivante e fresco. Gastronómico. E. Fernando Lázaro e João Brito … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

H.O., Reserva

Douro DOC, Branco, 2015, 88 Pts. VINHAS VELHAS. Cor média palha. Limonados em gelado de nata e baunilha, madeiras tostadas com alperce. Terroso. Fresco, sucroso, muito salivante e gastronómico. E. Fernando Lázaro e João Brito e Cunha P. Casa Agrícola Horta … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Oboé, Reserva

Reg. Transmontano, Branco, 2015, 88 Pts. LOTE COM MALVASIA FINA. Cor média citrina. Ananás com citrinos, especiaria discreta, tal como os tostados. Fresco, muito longo e elegante. Gastronómico. E. José Miguel Almeida P. CVD Companhia dos Vinhos do Douro

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Valle Pradinhos, Reserva

Reg. Transmontano, Tinto, 2015, 88 Pts. LOTE COM TINTA AMARELA. Cor intensa violácea. Fumados de terra e tosta, especiarias doce e pretas, notas de pimento vermelho, ameixa entre os bagos vermelhos. Mineral. Mastigável, tanino generoso e ainda irreverente, boa sucrosidade num … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Deixe o seu comentário

Valle Pradinhos, Reserva

Reg. Transmontano, Branco, 2016, 88 Pts. LOTE COM GEWURZTRAMINER. Cor clara palha. Rosa e líchia, casca de lima, notas de especiaria doce e negra. Leve fumado de terra e tosta. Elegante, texturas firmes e agridoces. Rico na mesa. E. Rui Cunha … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Valle Pradinhos, Reserva

Primeira Paixão, Merlot

Madeira DOC, Tinto, 2013, 88 Pts. MERLOT. Cor média granada. Excelente evolução fumada e terrosa, com tabaco, licor de cereja e cassis, tostados de especiaria. Elegante, fresco, muito alongado. Final austero que a mesa agradece. E. Francisco Albuquerque P. Adega de … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Primeira Paixão, Merlot

Fonte das Moças

Regional Lisboa, Tinto, 2015, 88 Pts. LOTE COM TOURIGA NACIONAL. Cor média granada. Apimentados de vegetal e especiaria, fumado de terra e tosta, ameixa e ginja, leve framboesa e tabaco. Cremoso e elegante, muito longo e sem desmaios. Para mesas internacionais. … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Fonte das Moças

Quinta do Monte d’Oiro, Madrigal, Viognier

Regional Lisboa, Branco, 2016, 88 Pts. VIOGNIER. Cor clara citrina. Fruta branca e leve alperce, tostados discretos e de especiaria doce e amarga, Terroso mineral. Cheio, fresco, lavante e muito alongado. Desenho de mesa rica. E. Graça Gonçalves P. José Bento … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Quinta do Monte d’Oiro, Madrigal, Viognier

Chocapalha, Reserva

Regional Lisboa, Branco, 2015, 88 Pts. CHARDONNAY & ARINTO. Cor média palha. Gelado de nata, baunilha e pêssego. Nuance de ananás em compota, algum mel. Guloso. Cheio, arqueado, fresco, final agridoce. Salivação ideal para mesas ricas. E. Sandra Tavares da Silva … Continuar a ler

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Chocapalha, Reserva

Casa Santos Lima, Reserva

Regional Lisboa, Tinto, 2013, 88 Pts. LOTE COM TOURIGA NACIONAL. Retinto e violáceo. Gelado de nata, alperce e framboesa, especiaria doce presente. Fino. Elegante, aveludado, sucroso, tanino raçudo em prova alongada. Melhor na mesa. E. Diogo Sepúlveda P. Casa Santos Lima

Publicado em W Competitions | Comentários fechados em Casa Santos Lima, Reserva